Lucas Esteves celebra condição de titular em meio a reação do Vitória

Lateral ganha confiança de Carpini e sequência no onze inicial do Leão

luc esteves 200624Coincidentemente, ou não, a retomada do Vitória no Campeonato Brasileiro teve início com o retorno de Lucas Esteves ao time titular do Rubro-Negro. O lateral-esquerdo esteve no onze inicial contra Cuiabá, Juventude e Internacional, período em que o Leão somou cinco dos nove pontos possíveis.

Escolhido para entrevista coletiva desta quarta-feira, a tendência é que Lucas Esteves seja titular mais uma vez quando o Vitória entrar em campo para enfrentar o Atlético-MG, às 18h30 desta quinta-feira (horário de Brasília), pela 10ª rodada da Série A.

- Primeiramente agradeço a Deus por estar em campo nesse momento, fico muito feliz por ser aplaudido. E agradeço a todo torcedor, à nação rubro-negra pelo apoio, foi muito importante para nós. Estou muito feliz, primeira vitória. São três jogos sem perder, jogos que poderíamos ter conquistado a vitória. Não conseguimos, mas ficamos com empates e agora temos a primeira vitória. Agora trabalhar, concentrar para o próximo jogo buscar mais uma vitória - comentou o lateral.

A mais recente sequência no time titular começou a partir da suspensão de PK. As duas opções para a lateral esquerda do Vitória dividem minutos em campo desde o início da temporada. Veja os números abaixo:

  • Lucas Esteves: 25 jogos (13 como titular)
  • PK: 20 jogos (19 como titular)

- Acho que é muito bom quando você tem sequência porque você pode melhorar um pouco mais a cada jogo. Fico muito feliz por essa sequência e pelo desempenho dos outros jogadores, inclusive o PK, tem entrado, entrou bem, ajudou a equipe a garantir os três pontos no último jogo, isso é muito importante para nós. Mostra que o elenco está unido, junto num só objetivo, conquistar os três pontos e dar o melhor resultado para o Vitória - avaliou Lucas Esteves.

- Acho que não tem essa questão de diferença, nós dois somos bons jogadores, estamos aqui pelo objetivo de ajudar o Vitória a ficar numa boa colocação na competição. Tanto eu quanto ele, quem jogar, vai dar a melhor resposta à torcida, boa entrega ao time e vamos em busca de grandes objetivos - completou o lateral.

Em meio a equilibrada disputa pela condição de titular do Vitória, o lateral avaliou quais aspectos do seu jogo podem melhorar. Na opinião do próprio jogador, a fase ofensiva carece de um pouco mais de atenção na hora das finalizações.

- Em questão de melhora, todos nós jogadores temos que melhorar a cada jogo, isso que procuro fazer, melhorar cada jogo, evoluir e ajudar a equipe da melhor forma. No aspecto ofensivo só preciso fazer gol, é o que eu procuro fazer, ajudar a equipe. Mas se não sair gol com assistência ou fazer um excelente jogo já me ajuda a equipe.

O Vitória começa a rodada na lanterna do Campeonato Brasileiro, mas pode até deixar a zona de rebaixamento em caso de novo triunfo no Barradão. Clique aqui para saber mais informações sobre os ingressos.

Veja outros trechos da entrevista coletiva de Lucas Esteves:
Chegada de Thiago Carpini

- Não vou dizer que mudou, eu acho que tem, sim, claro, uma melhora. É sempre bom quando você ganha, mas o ambiente está sempre bom, com confiança entre todos, e claro que uma vitória ajuda muito no decorrer da competição. Sabemos que é uma competição difícil e sabemos que precisamos estar num bom ambiente para conseguir bons resultados.

Mudanças com Carpini
- Até um pouco difícil de falar isso, mas acho que o que mudou foi, não foi só a mudança de treinador, mudou a nossa mentalidade como jogador, de cada um. Sabemos da nossa entrega, que tínhamos que entregar um pouco mais porque é uma competição difícil e não podemos entrar frios ou com falta de respeito com outros adversários. Colocamos na nossa cabeça que tínhamos que ter entrega maior, cobrança individual de cada jogador, e isso que vem dando resultado. Carpini só complementou, deu a nós essa confiança e estão vindo bons resultados.

Confiança
- Embalar não seria a palavra correta, mas lógico que temos confiança em nós, jogadores. Sabemos que temos potencial, competição muito difícil, mas se tivermos concentrados a cada jogo podemos conseguir bons resultados. Competição difícil, então vamos pensar jogo a jogo. Primeiro andar para depois correr.

Objetivos do Vitória e condição física
- Acho que é difícil falar no momento como melhor fase, resposta completa no final do ano com a permanência na Série A. Até o momento não foi concluído o nosso objetivo, que é permanecer e buscar grandes coisas na Série A. Senti um incômodo, normal, todo jogador sente, mas estou pronto para o próximo jogo e espero ajudar da melhor forma possível.

Rodízio
- Acho que sim, temos um elenco de bastante jogadores qualificados, prontos para ajudar da melhor forma e, assim que entrarem, vão dar a resposta. Acredito que todos estão prontos e isso é muito importante. Temos um elenco unido, ambiente bom, e isso vem nos ajudando a ter esses resultados. Espero que a gente mantenha isso e consiga bons resultados.

Fonte: GloboEsporte