Páscoa avalia desafio do CRB: "oportunidade para mostrar a força do elenco"

pascoa 091020Reginaldo, Luidy e Pablo Dyego estão lesionados e desfalcam o Galo; Gum e Reginaldo Júnior tomaram o terceiro cartão amarelo e não enfrentam o Guarani

Entre lesões e suspensões, o CRB viajou para Campinas sem cinco peças importantes no elenco. A partida contra o Guarani, válida pela 15ª rodada da Série B, será um verdadeiro desafio para o plantel do Galo, que terá que enfrentar o Bugre com desfalques importantes no ataque e na defesa.

O zagueiro Éwerton Páscoa vê a próxima partida como uma das mais importantes para as pretensões do Galo na competição. Além disso, o defensor mostrou confiança no elenco regatiano e enxerga o Galo bem preparado para sair do interior de São Paulo com um resultado positivo.

"O time vai ter bastante mudança, então, os jogadores que entrarem terão que dar conta do recado. Todos os jogadores esperam por uma oportunidade. A gente tem um jogo fora de casa, muito difícil. Nós temos a grande oportunidade para mostrar a força do elenco. Eu acredito que temos tudo para sairmos vitoriosos e são nesses jogos que irão mostrar se nosso time irá brigar pelo acesso ou não".

Necessidade de vitória

O Galo vem de uma derrota para o Confiança na última rodada da Série B. Com o resultado contrário, o Regatas perdeu duas posições e ficou mais distante do grupo de acesso para a primeira divisão. Páscoa destacou a importância da vitória para as pretensões do Regatas na competição.

"Com certeza a derrota do último jogo traz um peso a mais para essa partida (contra o Guarani). Nós temos que vencer para ficar ali perto do G4. Nós não temos gordura, então é fundamental vencer esse jogo para não nos distanciarmos do G4"

Adversário contra as cordas

A equipe de Campinas amarga um jejum de seis jogos sem vencer na Série B. Com isso, o Bugre é o vice lanterna da competição. Ewerton Páscoa acentuou a dificuldade de enfrentar uma equipe que luta para sair do Z4, mas, em contrapartida, enxergou uma oportunidade do Galo se aproveitar da situação incômoda do adversário para conquistar um bom resultado.

"A dificuldade de enfrentar um time nessa situação é que eles virão correndo mais, se dedicando mais. O time quando está nessa situação, geralmente procura se superar e nós podemos tirar proveito disso. Se as coisas não acontecerem para eles, principalmente se a gente fizer um gol no primeiro tempo, eles podem se desestruturar, eles podem se bagunçar taticamente e sentir bastante emocionalmente. Então, podemos imprimir um ritmo forte neles e fazer com que eles sintam a pressão, para que consigamos tirar proveito da situação deles"
A bola irá rolar para Guarani x CRB às 16h30 deste sábado (10), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

fonte: gazetaweb.globo.com