Matheus Vargas vibra com virada do Fortaleza e projeta Clássico-Rei: "É uma final"

Utilizado no segundo tempo da vitória sobre o CRB-AL, meia comemora vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil e já mira duelo contra o Ceará, pela Série A

matheusvargas 300721Acionado no segundo tempo da partida, junto com o decisivo Wellington Paulista, o meia Matheus Vargas comemorou a vitória do Fortaleza por 2 a 1 sobre o CRB-AL, de virada, nesta quinta-feira, 29, na Arena Castelão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e já projetou o Clássico-Rei contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Com o triunfo no jogo de ida, o Tricolor precisa apenas de um empate para avançar à próxima fase - em caso de vitória alvirrubra por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis. O duelo de volta será na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

"A gente sabia da forma que o CRB joga, que é esperando o adversário para sair no contra-ataque. Sabíamos que ia ser muito difícil, acabamos saindo atrás do placar, mas com a intensidade, que o professor sempre pede, conseguimos buscar o resultado, que é muito importante para sair na frente nesse confronto", ponderou o camisa 96.

Preservado em meio à sequência de jogos nos próximos dias, o armador deu lugar a Romarinho e começou o confronto no banco de reservas. De lá, viu o alagoanos abrirem o placar com Nicolas Careca. Na segunda etapa, entrou no lugar do próprio Romarinho e participou da reviravolta do resultado, que contou com dois gols de pênalti do experiente camisa 9.

"Fico feliz por ter entrado e ajudado o time. Eu sei da importância que eu tenho dentro do elenco, então vou seguir trabalhando para sempre ajudar o time. Não importa se eu saio como titular ou fico na reserva, o importante é sempre ajudar o Fortaleza. Hoje (quinta-feira) foi no segundo tempo, então a partir do momento que eu entro em campo é sempre para ajudar a equipe", disse.

Antes de reencontrar o Galo da Pajuçara, o Leão volta a campo para encarar o Ceará, no próximo domingo, 1º, às 20h30min, novamente no Castelão, pela 14ª rodada da Série A. Vargas destaca a importância do jogo e rechaça o peso do desgaste físico em razão do calendário.

"Clássico é uma final, um campeonato à parte. A gente sabe da importância do jogo, independente se a partida de hoje foi muito dura ou exigente, a gente tem que chegar e fazer o nosso melhor. Clássico não se joga, se ganha, então a partir de hoje o foco é no clássico. Cabeça boa e vamos chegar com tudo", garantiu o meia.

Fonte: O Povo