Matheus Vargas encerrou ciclo de formação na base do Corinthians

mvargas 290920O meia atacante Matheus Vargas, de 24 anos, foi decisivo na classificação do Atlético-GO, à próxima fase da Copa do Brasil, ao marcar o gol da vitória que garantiu o Dragão nas oitavas de final do torneio.

Ele fez o gol ao 47 minutos do segundo tempo. Na quarta-feira (30), Matheus Vargas será uma das opções do técnico atleticano, Vagner Mancini, na partida diante do Corinthians, pela 1ª rodada da Série A, que seria disputada no dia 8 de agosto, mas foi adiada porque o Timão estava na final do Campeonato Paulista.

Matheus Vargas fechou o período de categoria de base dele no Corinthians, em 2015, quando conquistou o título da Copa São Paulo de Juniores e do Paulista Sub-20. Ele espera um bom resultado sobre o antigo clube e, se tiver uma chance de gol, de fazer valer a "lei do ex", assim como o atacante Hyuri fez domingo (28), no empate de 1 a 1 com o Botafogo-RJ.

"Fiz um pedaço da minha base lá, no sub-20. Subi ao profissional no Corinthians, sou muito grato ao Corinthians, é um lugar que me deu muita alegria. Espero que tenha a lei do "ex", sim. Estou focado, assim como na partida diante do Fluminense, quando entrei e fiz o gol. Estou focado. Se o (Vagner) Mancini precisar de mim, vou entrar e, quem sabe, fazer outro gol e sair a lei do "ex" lá", disse Matheus Vargas, que disputou 17 jogos pelo Dragão e marcou dois gols.

Matheus Vargas, mesmo na reserva, tem entrado em muitos jogos e correspondido. Desde o fim de semana, ele ganhou um novo concorrente no meio de campo, pois o Atlético contratou o meia Wellington Rato, de 28 anos e que estava no Ferroviário-CE na disputa da Série C. Detalhe curioso é que ambos jogaram juntos no Audax Rio, em 2017 - Matheus Vargas estava buscando espaço no elenco profissional do Audax, enquanto Wellington Rato já estava na equipe principal.

Na entrevista por videoconferência, na segunda (28), Vargas relembrou essa coincidência e falou sobre o novo contratado do Dragão. "É (Wellington Rato) muito bom. Trabalhei com ele quando eu tinha 17 anos. Subi para o profissional do Audax Rio, ele estava no elenco e eu o conheço de longa data. É um conhecido meu, é um bom jogador. Não tenho nada pra falar contra ele, é uma ótima pessoa. Espero que chegue e ajude o Atlético. Concorrência, haverá em todos os lugares, todas as posições. Então, quem estiver melhor o Mancini vai colocar pra jogar. Eu tenho essa questão de (reclamar) de que é (concorrente) na minha posição. Se ele estiver melhor, vai jogar. Estamos aqui só para ajudar o Atlético, nada mais do que isso", ressaltou Matheus Vargas, que ainda treina nesta terça (29) antes da viagem.

fonte: o popular