Esteves dormiu na Academia e fez fisioterapia extra para reforçar o Palmeiras em clássico

esteves 131020Lateral-esquerdo deve voltar aos gramados antes do previsto e evitar nova improvisação de Luxa

A ida de Matías Viña para a seleção uruguaia, que estreou na última quinta-feira pelas Eliminatórias Sul-Americanas, abriu espaço na lateral esquerda para Lucas Esteves, enfim, realizar o primeiro jogo pelo Palmeiras em 2020.

O jovem da base pode ser uma das novidades do Verdão para o clássico deste sábado, às 19h (de Brasília), contra o São Paulo, no Allianz Parque, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro -o atacante Luiz Adriano também treinou com o grupo e fica novamente à disposição.

Esteves está recuperado de uma lesão muscular que o tirou de ação desde o início de setembro. O jovem de 20 anos conseguiu se antecipar em quase duas semanas em relação à previsão de retorno com trabalho intensivo, com direito até a noites dormidas na Academia de Futebol para sessões extra de fisioterapia.

Luxemburgo e comissão técnica recorreram à improvisação na derrota por 2 a 1 para o Botafogo, na última quarta-feira, para contar com Esteves nas melhores condições para o jogo contra o rival. O lateral chegou a treinar sem limitações no início da semana, mas ficou fora dos relacionados da viagem para o Rio para evoluir fisicamente.

Sem Esteves, única alternativa para a vaga de Matías Viña desde a saída de Diogo Barbosa para o Grêmio, Luxa começou o duelo de quarta com Mayke improvisado na esquerda e Renan, de 18 anos, no banco. No segundo tempo, precisando de uma presença ofensiva maior, Gustavo Scarpa entrou no setor. Ambos receberam elogios de Vanderlei Luxemburgo.

– Eu preferi colocar um lateral jogando no outro lado, não é a primeira vez. Mayke até que foi muito bem, não teve problema. Como precisava de ataque, coloquei o Scarpa. Ele começou a fazer as jogadas com o Gabriel Veron, saíram muitas jogadas por ali com o Veron – explicou o treinador

Apesar da avaliação positiva, o próprio treinador palmeirense já conta com o lateral para sábado, a fim de acabar com a improvisação utilizada no jogo contra o Botafogo.

Logo após a derrota no Rio de Janeiro, que derrubou uma invencibilidade de 20 jogos, o treinador mostrou confiança em ter um atleta da posição para o clássico.

– Devem estar liberados (Esteves e Luiz Adriano), a ideia foi essa e eles tiveram essa semana. O Esteves provavelmente volta na lateral. Vamos ver o Luiz Adriano como vai estar – afirmou o treinador palmeirense.

fonte: globoesporte.globo.com