Tite diz que pode convocar Mariano e revela ligação a G. Jesus: "Está triste"

Técnico da Seleção destaca aparato familiar do atacante do City para que ele dê a volta por cima após lesão, confirma que observará lateral do Sevilla e elogia Lucas

e viajou à Europa e inicia nesta terça-feira uma série de presenças em jogos para observar alguns jogadores. Na chegada ao Parque dos Príncipes para assistir ao duelo entre PSG e Barcelona pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, o técnico da seleção brasileira falou com o GloboEsporte.com e lamentou a lesão sofrida por seu camisa 9, Gabriel Jesus. O atacante teve constatada uma fratura no pé direito e poderá ficar até três meses fora, sendo desfalque certo nos próximos jogos do Manchester City e da Seleção. Tite revelou ter ligado para Jesus.

- Eu e Edu (Gaspar, coordenador técnico da Seleção que está viajando junto de Tite) estávamos conversando, e hoje à tarde ligamos para ele também. Uma palavra, um incentivo, um aspecto solidário em um momento de ascensão dele. Muda de centro, uma grande campanha no Palmeiras, uma grande campanha na Seleção, uma perspectiva toda nova de ascensão, e isso pode frustrar. Frustra. Mas isso deve ser reciclado rapidamente. Ele vai ter força e me parece que tem todo um aparato familiar para dar uma sustentação boa para ele também - disse o comandante.
Tite contou ter sentido a tristeza de Gabriel Jesus na conversa que tiveram.
- Não podia ser de outra forma a não ser o sentimento de chateado. Triste, talvez esse seja o adjetivo. Triste pelo acontecido. Mas tenho certeza de que logo logo ele vai dar a volta por cima.
Outro dos jogos que o técnico da Seleção irá acompanhar de perto é Sevilla x Leicester na semana que vem, também pelas oitavas da Champions. Perguntado se Mariano - lateral-direito ex-Fluminense e que hoje é titular do time espanhol - poderia ganhar uma chance em breve, Tite respondeu de forma afirmativa.

- Sim. Está também dentro daqueles jogadores que nós temos acompanhado. De ter essa oportunidade agora nessa sequência de jogos. Se o Ganso não está sendo aproveitado... Mas todos os atletas que são importantes, que têm um nível alto, a gente vai procurar acompanhar, sim - comentou, lembrando que o meia Ganso não tem tido espaço no Sevilla.

Mais um jogador que está em boa fase e louco para ganhar uma chance com Tite pela primeira vez é Lucas Moura, que o técnico teve a oportunidade de observar nesta terça em PSG x Barça - o camisa 7 começou a partida no banco de reservas e entrou no segundo tempo. O meia-atacante é o brasileiro com mais gols na Europa nesta temporada, com 14, empatado com Giuliano, do Zenit. O treinador falou sobre Lucas e destacou a concorrência que ele tem tanto no clube quanto na Seleção.
- É esse acompanhamento que faz parte. Sei que (no PSG) ele tem de Di María e Draxler, alto nível de competição por uma mesma posição. Na Seleção tem Neymar, Coutinho, Douglas (Costa). Agora, não se abre mão de jogadores com essa qualidade. Por isso também é momento de acompanhá-lo.
Mas, independentemente de nomes, Tite fez questão de deixar claro que qualquer jogador de alto nível pode ter uma oportunidade com a camisa da seleção brasileira. Por isso, são observados.
- Todos. Tenho dito que não tenho preconceito. O momento do atleta é determinante. O momento da convocação é determinante. Não tenho a pretensão de medir quem é melhor, mas tenho a obrigação profissional de acompanhar para saber o momento melhor de cada atleta. É isso que estou fazendo - declarou.

Fonte: globoesporte.globo.com