"RAÇA E CRENÇA" NO APURAMENTO DO FEIRENSE PARA OS QUARTOS DE FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL

sampaio 211218O Feirense está nos quartos de final da Taça de Portugal Placard, depois de vencer, nos penáltis, o Paços de Ferreira, da Ledman LigaPro.

Philipe Sampaio fala numa “vitória da crença e da raça” e espera transportar essas virtudes para o jogo com o Portimonense, no sábado (15h30), a contar para a Liga NOS.

O defesa central brasileiro, que regressou à competição frente aos castores após uma paragem devido a lesão, admite que o Feirense “estava a precisar de uma vitória” para animar uma época, até ao momento, inconstante em termos de resultados.

“O nosso treinador assumiu que só a vitória interessava”, lembra Philipe Sampaio, e nem o golo do Paços de Ferreira, na primeira parte do prolongamento, abalou a confiança fogaceira num desfecho positivo. “Não trememos com o golo sofrido”, adversidade que seria anulado pelo remate colocado de Tiago Silva, que levou a decisão para as grandes penalidades, onde brilhou o guardião Bruno Brígido, ao parar duas tentativas dos castores.

“Foi uma vitória da crença e da raça”, atira Philipe Sampaio, para quem “este é um recomeço” para o Feirense, que vai procurar, na receção ao Portimonense, quebrar um ciclo de onze jogos sem vencer na Liga NOS. “Estamos todos confiantes de que os bons resultados vieram para ficar”, remata o brasileiro, que aborda o desafio com os algarvios como se de uma final se tratasse: “Nem que não se jogue tão bonito, aquilo que queremos é somar pontos e triunfos”.

Fotografia
Clube Desportivo Feirense