Guilherme Queiroz assume comando do ataque do Santa Cruz: "Espero que encaixe"

queiroz 010819Com a ausência do artilheiro da equipe na temporada, com 16 gols, atacante assumirá camisa 9 nos próximos jogos

O Santa Cruz vive uma situação delicada na Série C. A quatro jogos do fim, está a cinco pontos do G-4 e precisa voltar a vencer. Segundo as contas do próprio técnico Milton Mendes, uma derrota nas partidas restantes é o suficiente para eliminar o time. Para piorar a situação, o time não terá o artilheiro Pipico. Justamente quando mais se precisa de gols, a responsabilidade cai no colo de Guilherme Queiroz.

O substituto reúne as características de um centroavante e por isso foi o escolhido por Milton Mendes para comandar o ataque nos três jogos que Pipico ficará de fora, lesionado. Até o momento, Guilherme fez 20 jogos pelo Santa, mas só oito como titular. E marcou dois gols.

- (Estou) Infeliz pela lesão de Pipico, mas feliz pela oportunidade. Espero abraçar e dar continuidade. Eu digo sempre para mim mesmo que jogador tem que estar jogando. Eu estava jogando pouco e agora quero retribuir o carinho da torcida e do time que sempre apostou em mim. Espero que a gente encaixe e que a gente siga rumo ao acesso, que é nosso objetivo.

O atacante tem histórico de artilheiro. E o time confia nisso para sair do sufoco. Em 2015, ele foi o goleador da Série C com 12 gols em 19 partidas, quando estava na Portuguesa. Contra o Imperatriz, nesta sexta-feira, em jogo tido como vital para as pretensões do clube na competição, Guilherme vai formar a trinca de ataque com Jailson e Dudu.

- Acho que é um jogo de suma importância e temos confiança nisso. Milton está passando foco e tranquilidade. O Imperatriz vai vir para complicar a gente. Não tem time que vem aqui para não tentar complicar. Mas a gente sabe da nossa qualidade e treinamos bem.