Eric Dier, do Tottenham, vale R$ 180 milhões, fala português fluente e ajudava brasileiros a passarem de ano na escola

renatoneto240613Um dos principais líderes do elenco do Tottenham, que fará a final da Champions League contra o Liverpool, o volante/zagueiro Eric Dier é homem de confiança do técnico Mauricio Pochettino.

Nascido na Inglaterra, ele se mudou com a família para Portugal aos sete anos, já que sua mãe aceitou um convite da Uefa para trabalhar na organização da Eurocopa 2004 no país.

Depois, sua familia voltou à Inglaterra, mas Eric permaneceu em Lisboa, pois entrou nas categorias de base do Sporting.

"Ele era o cara mais inteligente da base do Sporting. Era o nerd da turma, o melhor aluno entre os mais novos. Todo mundo que estudava com ele passava de ano. Ele ajudava muito os meninos nas provas de inglês", contou Victor Golas, ex-goleiro do Sporting, ao ESPN.com.br.

Por ter morado em Portugal até 2014, Dier fala português fluente e ficou muito amigo dos brasileiros.

"Como eu era duas categorias acima não treinávamos juntos, mas íamos sempre para a escola juntos todos os dias. Nós acordávamos muito cedo e pegávamos ônibus porque estudávamos na mesma classe", contou Renato Neto, ex-jogador do Sporting, à ESPN.

Nas aulas, Dier fazia questão de dar uma força para o amigo baiano.

Não sei se ele lembra, mas tivemos um teste que era para completar as frases em inglês que estavam na prova. A professora colocou o CD no rádio. Aí apertava o play e parava. A gente ouvia o som e tinha que completar no teste. Só que eu não entendia nada (risos)", contou Neto.

O brasileiro lembra que o inglês já mostrava personalidade desde muito garoto.

"Ele sentava atrás de mim ou do lado e eu ficava ali 'beliscando' alguma coisa, perguntando para ele, mas só que estava muito silêncio e não dava. Sempre dava um jeitinho de dar uma olhada para trás e perguntar o que que era. Ele me ajudou muito mesmo nas aulas de inglês e só passei de ano por causa dele. Era legal, em todas as aulas de inglês eu sempre sentava perto dele para tirar uma 'casquinha' nos testes e nos deveres de casa", relatou Neto.

'Leão' de treinos

Além da inteligência fora dos gramados, Eric Dier é conhecido por ser um "leão" nos treinos.

"Na base ele jogava de zagueiro e até de lateral direto. Me surpreendeu vê-lo atuando como volante hoje em dia. Nunca colocaram ele assim que me lembro na base. Ele tem muita humildade e trabalha demais. Tem uma genética privilegiada e gosta muito de fazer academia, é um gigante (risos)", recordou Golas.

"Nossa convivência no Sporting sempre foi muito boa. Sempre tive ele como um moleque, mas cresceu muito rápido e agora dá dois de mim (risos). Se tornou um grande jogador e, desde moleque já mostrava ter um potencial enorme", disse Neto.

Em 2014, Eric Dier mudou-se para o Tottenham e virou um dos principais líderes da equipe londrina. Com grandes atuações, passou a ser chamado pela seleção inglesa e disputou a Copa do Mundo de 2018. Seu valor de mercado é de 40 milhões de euros (R$ 180 milhões), segundo o Transfermarkt.

Na atual temporada, ele sofreu uma lesão que o deixou quatro meses afastado dos gramados. Após retornar, perdeu espaço cativo na equipe titular. Mesmo assim, pode ser uma arma na final contra o Liverpool.

"Espero que ele continue dessa maneira, sempre foi humilde e trabalhou bastante para estar aonde está. É um orgulho ver um colega de profissão que teve comigo em alojamento e mesma sala de aula jogar uma Copa do Mundo, Eurocopa e ser um dos capitães do Tottenham e da seleção inglesa. É um grande amigo que o futebol me deu grande, até hoje temos contato", disse Neto, que é agradecido até hoje pelas lições aprendidas com o amigo do Tottenham.

"Eric, meu parceiro, obrigado irmão! Estamos juntos e sua camisa tá aqui em casa guardada com muito carinho. Irmão, um grande abraço e estamos juntos. See you soon, my friend! (risos)", finalizou Neto.