Copa Paulista: Com mais "liberdade", artilheiro da Portuguesa assegura liderança do grupo

queiroz 091017"Eu me sinto bem na Portuguesa, como se estivesse em casa. Isso me dá tranquilidade para ir para cima e jogar", disse Guilherme Queiroz

São Paulo, SP, 05 (AFI) - Artilheiro do time com nove gols, o atacante Guilherme Queiróz tem sido peça fundamental para a Portuguesa na Copa Paulista. Na última segunda-feira (2), diante do XV de Piracicaba, no Canindé, a Lusa arrancou o empate por 1 a 1, nos minutos finais, graças a um gol de cobertura do camisa 7.

 

O tento assegurou a liderança do Grupo 4 da segunda fase, com cinco pontos. Guilherme, por sua vez, garante que preferia não ter balançado as redes, mas ter saído de campo com os três pontos.

“Eu me sinto bem na Portuguesa, como se estivesse em casa. Isso me dá tranquilidade para ir para cima e jogar. Mas eu prefiro muito mais não fazer gol e ver meu time levar a vitória, do que marcar e sair com o empate. Infelizmente, isso acontece”, disse.

Os últimos resultados da Portuguesa não têm acontecido exatamente da maneira que a equipe planejava. Mesmo no topo da tabela, à frente do Linense, a equipe rubro-verde tem lamentado algumas atuações “sem brilho”.

Para corrigir as falhas, o técnico PC Gusmão tem cobrado mais atenção nos últimos treinos. “Viemos sofrendo com alguns erros individuais. Temos que estar atentos aos detalhes. Precisamos entrar mais focados no jogo, para não sofrermos gols no começo da partida. Às vezes, a gente entra muito frio e sai atrás no placar. O professor tem cobrado muito isso”, revelou.

A chance da Lusa de voltar a vencer acontece já na sexta-feira (6), novamente contra o XV de Piracicaba, no estádio Barão de Serra Negra, às 20h. “É um jogo difícil. Não adianta pensar que vamos ganhar todos, porque não vamos, mas temos plenas condições de arrancar uma vitória fora de casa. Nós vamos jogar para cima, não vamos segurar o jogo”, disse.

LIBERDADE!
Guilherme Queiróz tem provado merecer a confiança do comandante lusitano nas últimas partidas. Dessa forma, o atacante ganhou mais liberdade para ser um ‘artista’ dentro das quatro linhas.

“Ele (PC Gusmão) tem falado bastante comigo, para eu ficar tranquilo, mostrar meu melhor. Ficar com a cabeça no lugar é uma das coisas que ele mais me pede. Tem cobrado muito de mim, mas sabe que não é em todo jogo que eu vou fazer gol, que eu vou conseguir decidir. Mesmo assim, sempre fala para eu apostar nas jogadas individuais, colocar as ‘asinhas de fora’. Isso me motiva”, explicou.